Lomadee

sábado, 24 de janeiro de 2015

Beatles: 25 anos depois, entrevista em que Yoko Ono fala sobre o fim do grupo é recuperada

Yoko Ono falou sobre a separação dos Beatles em uma entrevista dada ao jornalista musical Joe Smith, durante um encontro que aconteceu em 1987. O aúdio da conversa, que nunca foi publicado, foi recuperado pelo jornal Huffington Post e aponta Ringo Starr como o catalisador da decisão de encerrar o grupo. 
A viúva de John Lennon classifica o fim dos Beatles como "um necessário divórcio". "Aconteceu simplesmente porque eles estavam crescendo separados. Estavam se tornando muito independentes. Cada um tinha suas próprias ideias e vontades", disse. 
"Lennon estava se sentindo muito bem com tudo o que aconteceu. Na verdade, ele não foi o primeiro a querer deixar os Beatles. Encontramos Ringo em uma noite qualquer e ele disse para John que queria sair. Depois foi o George [Harrison], e só então Lennon tomou sua decisão."
"Paul [McCartney] era o único que estava tentando manter os Beatles juntos. Mas os outros três achavam que Paul se achava o dono da banda. Eles estavam se tornando a banda de Paul, fato que nunca agradou ninguém", finalizou.


sábado, 17 de janeiro de 2015

Hackers são condenados pelo roubo de músicas de Michael Jackson

O cantor Michael Jackson, que teve músicas inéditas roubadas por hackers da Inglaterra

Uma dupla de hackers britânicos foi condenada nesta sexta (11) à 100 horas de serviço comunitário pelo roubo de músicas não lançadas de Michael Jackson, que estavam em propriedade da Sony Music Entertainment.
As autoridades informaram que os aficionados por música James Marks e James McCormick usaram seus computadores caseiros para entrar nos servidores norte-americanos da Sony e fazer uma limpeza no material da empresa relacionado à Jackson.
Uma agência de investigação britânica disse que a dupla fez o download de quase 8 mil arquivos, incluindo trechos de música, canções completas, arte gráfica e vídeos.
Marks, de 27 anos, e McCormick, de 26, foram presos em maio de 2011 depois que a Sony alertou as autoridades britânicas sobre a violação. Trechos de conversas encontrados em seus computadores mostrava que eles planejavam vender ou negociar alguns dos arquivos.
Uma corte de Leicester, na Inglaterra, suspendeu as sentenças dos acusados nesta sexta, decidindo que eles cumprirão a pena prestando serviços comunitários.


sábado, 10 de janeiro de 2015

Atual vocalista do Katinguelê deixou o Japão para fazer parte da nova fase do grupo

  • Sem Salgadinho, grupo Katinguelê tem nova formação e investe em novos hits
    Sem Salgadinho, grupo Katinguelê tem nova formação e investe em novos hits
Destaque na década de 90 por conta dos hits "Inaraí" e "Recado à Minha Amada (Lua Vai)", os pagodeiros do Katinguelê voltam às paradas de sucesso e a grande mídia com o intuito de mostrar uma "nova banda". A renovação começa pelo atual vocalista, Diguinho, que deixou seu emprego como operário em uma multinacional no Japão para investir na música e, em seguida, ocupar o posto no grupo.

"Devido a desilusões no mundo da música no Brasil, fui para o Japão e fiquei lá durante cinco anos. Conciliava a vida de operário com a de cantor à noite. Quando eu estava em um cargo de chefia, resolvi largar tudo para cantar aqui e, seis meses depois, entrei para o Katinguelê", contou Diguinho, em entrevista ao UOL. Ele chegou a dividir os vocais com Salgadinho em 2009 antes da saída do cantor do grupo.
  • O vocalista Diguinho diz que nova fase tem "quebra de jejum" de músicas novas
Na nova fase, o vocalista disse que o grupo "quebrou o jejum" e voltou a investir na divulgação em rádios, TVs e Internet. "Quando eu entrei no Katinguelê fazia 12 anos que a banda não lançava uma música nova e juntos quebramos esse jejum", explicou. E acrescentou: "Esse período longe serviu para a música fazer parte da vida das pessoas sem forçar a barra na divulgação. Deixamos para o grupo voltar com a bagagem nova".

"Toda Chique" é o hit da "nova embalagem" do Katinguelê - que ficou por três semanas entre as mais tocadas das rádios brasileiras, segundo o site Hot100Brasil. Já as músicas "Por Amor" da banda com o cantor Belo e "Fecha comigo", que tem participação do Sampa Crew, também fazem parte do pacote das novatas. Segundo Diguinho, o grupo precisou se modernizar para atingir o mesmo padrão das bandas atuais e continuar com a média de 30 shows ao mês. "Hoje, temos mais liberdade. Temos um guitarrista fixo na banda com levada para o rock'n'roll, por exemplo".

Mesmo com a roupagem nova, o Katinguelê não deixa os hits antigos de lado e acredita que continuam fazendo sucesso, assim como o Só Pra Contrariar, Molejo, por conta de uma "nostalgia". "É um grupo que tem 30 anos e faz parte de três gerações diferentes, temos que viver para vários públicos. São pessoas que cantam desde 'Lua Vai' até 'Toda Chique'", explicou.

Novo CD e DVD
Nesta terça-feira (2), Katinguelê terminou de gravar o mais novo álbum "Princípios", que será lançado no segundo semestre junto com um DVD realizado dentro do próprio estúdio. "Muita gente tem a curiosidade de saber como é uma gravação e nós fizemos este DVD para que vejam como tudo foi feito, ao vivo", explicou Diguinho.

Já para o final do ano, a banda quer gravar outro DVD em uma praça pública na cidade de São Paulo. "Queremos que seja de graça em um lugar carente de São Paulo. Levar toda a estrutura para os nossos fãs que nunca tiveram acesso a um show grande com efeitos e tudo mais", disse.

domingo, 4 de janeiro de 2015

Após hit em novela, boy band brasileira quer conquistar o mercado internacional

  • Em sentido horário, Guilherme dos Santos, Michael Band, Jonathan Couto e Igor Von Adamovich, integrantes do P9
    Em sentido horário, Guilherme dos Santos, Michael Band, Jonathan Couto e Igor Von Adamovich, integrantes do P9
Após emplacar uma música na novela das nove da TV Globo – sonho de qualquer artista iniciante que queira fazer sucesso comercial – antes mesmo de lançar o primeiro álbum, a boy band brasileira P9 (pronuncia-se pi-naine) já pensa em novas conquistas, como o mercado internacional.
Formada por quatro jovens que compartilham o gosto pelo surfe e pelas praias da zona sul carioca, a banda está lançando seu primeiro disco, também chamado de P9, que traz na primeira faixa a canção "My Favorite Girl", música constantemente tocada na boate na Turquia para a qual mulheres traficadas eram levadas em "Salve Jorge".
De acordo com Michael Band, um dos integrantes do grupo, eles não sabiam que a música faria parte da trilha-sonora do folhetim. "Foi uma surpresa imensa. Estávamos em Nova York ensaiando para um acústico, aí à noite num restaurante alguém avisou. Começamos a gritar, tocamos o terror no restaurante e as pessoas viram e vieram até pedir autógrafos para a gente", diz.
Além das constantes viagens internacionais, o P9 gravou o disco em um estúdio nova-iorquino, e dez das 12 canções do álbum são em inglês. As escolhas, de acordo com Michael, têm um objetivo claro. "A gente está sendo lançado pela Sony como artista internacional. Nosso sonho é alcançar o publico lá fora, mas mantendo a brasilidade sempre", afirma Michael.
Ele diz que conquistar o público no Brasil é importante para esse objetivo. "Agora, o foco é mesmo o Brasil. Temos que conquistar nosso país, porque se você não é amado em casa, como vai ser amado fora?". Entre as apostas para "manter a brasilidade" e conquistar o público doméstico, o grupo gravou duas das músicas do álbum em português e convidou Carlinhos Brown para fazer arranjos.
Divulgando o álbum em programas de TV, a banda já participou do "Caldeirão do Huck" e gravou para o "TV Xuxa" – vai ao ar neste sábado (6) – e para o "Legendários", da TV Record – previsto para o dia 13 de julho. Nesta fase, a banda ainda não está fazendo shows. "Agora em julho vamos começar a ensaiar para a turnê, prevista para setembro", diz Michael. Antes da turnê, a banda pretende participar de festivais, mas Michael ainda não pode revelar detalhes.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Atores de "Os Goonies" se reencontram em clipe

  • Ator mirim nos anos 80, Corey já tem três discos gravados
    Ator mirim nos anos 80, Corey já tem três discos gravados
Estrela de filmes "sessão da tarde", como "Conta Comigo" e "Sem Licença para Dirigir", Corey Feldman estreou novo clipe com a participação especial de Sean Astin – seu companheiro de tela no clássico "Os Goonies".
Ator mirim nos anos 80, Corey já tem três discos gravados e é conhecido pela geração MTV por ter participado dos clipes de Mac Miller e Katy Perry.

Sean, que interpretou Mickey em "Os Goonies" e mais tarde ganharia destaque com  o hobbit Sam na trilogia "O Senhor dos Anéis", aparece rapidamente no clipe de "Ascension Millenium", quando a câmera segue Corey descendo a escada de sua mansão.
No vídeo, Corey faz referência explícita a Michael Jackson no figurino e em alguns gestos na dança. Quando criança, o ator e cantor era frequentador assíduo do rancho do Rei do Pop, Neverland. Ao ser intimado para depor no julgamento de Michael por abuso sexual de menores, em 2005, Corey afirmou que recebeu muita atenção do cantor, mas foi esquecido por ele logo em seguida.

Pedofilia
Ator mirim nos anos 80, Corey causou polêmica ao dizer, em 2011, que um dos maiores problemas de Hollywood era a pedofilia. "Esse é o grande problema para as crianças dessa indústria... é tudo feito escondido. É um grande segredo", explica.
Em entrevista ao programa ABC's Nightline, o ator de 40 anos - que iniciou a carreira aos 3 - disse que estava "rodeado de pedófilos" aos 14 anos e que só se deu conta disso quando ficou mais velho. 

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Com mulheres nuas, novo clipe de Justin Timberlake é removido e retorna ao YouTube

  • Justin Timberlake teve o novo clipe de "Tunnel Vision" banido do YouTube
    Justin Timberlake teve o novo clipe de "Tunnel Vision" banido do YouTube
Justin Timberlake lançou na quarta-feira (3) novo clipe para o single "Tunnel Vision", música que está último disco do cantor, "The 20/20 Experience".

domingo, 21 de dezembro de 2014

Alice in Chains: "Stone" ganha videoclipe


A música "Stone", que integra o repertório do novo disco do Alice in Chains, "The Devil Put Dinosaurs Here", acaba de ganhar um videoclipe. O álbum chega às lojas no próximo dia 28 de maio.

O vídeo de "Stone" mostra a banda tocando em um cenário desértico, enquanto escravos carregam e movem pedras que ficam cada vez maiores e mais pesadas.
Confira o repertório completo de "The Devil Put Dinosaurs Here":

01. Hollow
02. Pretty Done
03. Stone
04. Voices
05. The Devil Put Dinosaurs Here
06. Lab Monkey
07. Low Ceiling
08. Breath on a Window
09. Scalpel
10. Phantom Limb
11. Hung on a Hook
12. Choke